EPI para marceneiro

«Voltar
11 de fevereiro de 2013 - Comentários

A profissão de marceneiro, assim como as demais profissões, também está exposta a diversos riscos, necessitando fazer o uso correto dos EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual).

Freeimages.com/jando Óculos, luvas e protetores auriculares são alguns EPIs indispensáveis nessa função.

Os EPI’s nada mais são do que equipamentos de proteção individual, que devem ser utilizadas pelos trabalhadores a fim de lhes proteger dos riscos de acidentes de trabalho.

Os Equipamentos de Proteção Individual são obrigatórios por lei e são exigidos em todos os estabelecimentos onde há prática de atividades de marceneiro, tanto pelos Sindicatos quanto pelo Ministério do Trabalho, e representam uma ótima forma de proteção dos trabalhadores.

Os Equipamentos de Proteção Individual devem ser entregues pelos empregadores em ótimo estado de conservação e funcionamento, sem nenhum custo adicional aos empregados.

Cabe aos empregadores ministrar palestras e cursos de orientação aos empregados para que possam melhor entender o uso correto dos equipamentos de proteção, assim como os riscos a que estão expostos durante o exercício de sua profissão.

No caso dos marceneiros, os Equipamentos de Proteção Individual são:

Óculos de Proteção: A profissão de marceneiro está exposta a muitos riscos na região dos olhos. Isso porque grande parte do trabalho dos marceneiros envolve a realização de cortes de compensados, de madeiras e até mesmo de alumínios, e, consequentemente, a região dos olhos deve estar protegida contra qualquer material que possa, eventualmente, causar um acidente.

 

Protetores auditivos: O excesso de ruídos das máquinas deve ser minimizado com o uso de protetores auditivos, evitando assim danos permanentes à audição dos marceneiros.

 

 

 

Luvas Antiderrapantes: As luvas são ótimas formas de proteção contra riscos de cortes em geral, protegendo as mãos dos profissionais de lesões.

 

 


Máscara Descartávela
 São utilizados como forma de proteção contra verdadeiros vilões, muitas vezes quase invisíveis aos olhos, mas extremamente perigosos, como: pó, seladoras, verniz, colas e produtos químicos em geral, presentes no dia a dia da profissão de marceneiro e que não podem ser inalados.

 

Comentários:

Comentários

  1. Ademar Francisco Rocha de Salles disse:

    Gostei do que li, foi muito esclarecedor. Um grande abraço

    1. Tuiuti Equipamentos de Segurança disse:

      Olá Ademar. Obrigado por acompanhar nosso blog!
      Continue sempre nos visitando, sempre teremos temas novos.

      At.,

      Tuiuti Equipamentos de segurança