Entenda a importância do uso correto de EPIs na área da saúde

Quando pensamos no uso dos famosos equipamentos de proteção individual, quase sempre associamos a utilização em canteiros de obras e trabalhos em altura, já que são atividades reconhecidamente perigosas e temos na memória a figura de homens e mulheres com capacetes de segurança, óculos de proteção, luvas e assim por diante. Porém, os EPIs na área da saúde também são tão importantes quanto!

Em hospitais, clínicas médicas e odontológicas, centros cirúrgicos, pronto-socorro, unidades básicas e demais ambientes de saúde, os riscos de contaminação são bem mais elevados do que em outros ambientes residenciais, comerciais e industriais. Evidentemente, são ambientes com cuidados também elevados e todos os profissionais sabem muito quais são os perigos. Mas, mesmo assim é fundamental que utilizem os EPIs corretos para cada atividade.

Existe, inclusive, uma norma regulamentadora que trata desse assunto. A NR 32 – Segurança e Saúde no Trabalho em Serviços de Saúde orienta sobre as medidas de segurança que devem ser tomadas em ambientes dessa natureza. Dentre as medidas, o uso dos equipamentos de proteção individual merece destaque especial. Importante ressaltar que o fornecimento dos EPIs é de inteira responsabilidade da administração o estabelecimento médico.

Lista dos principais EPIs na área da saúde

Sobre a finalidade de cada EPI da área da saúde, podemos destacar que as luvas são essenciais e devem ser utilizadas (modelo descartável) somente uma vez. A cada novo procedimento, uma nova luva deve ser usada e não pode haver o reaproveitamento em hipótese alguma, mesmo que o paciente não mude. Já os óculos de proteção são fundamentais para proteção aos olhos de respingos de excreções, secreções e mesmo sangue. Tal EPI deve ser lavado após cada procedimento.

O avental também evita o contato da pele humana com respingos e outras substâncias que possam contaminar o médico, assistência ou enfermeiro. A máscara de proteção deve ser utilizada em procedimentos que envolvem intubação traqueal, aspiração nasofaríngea nasotraquel, autópsia de tecido pulmonar e broncoscopia.

Conservação dos EPIs

Considerando somente os equipamentos de proteção individual que serão reutilizados, com os óculos e o próprio avental, estes devem ser armazenados em locais reservados e não nas salas de operação ou mesmo ao lado do paciente, no leito. O ideal é que fiquem guardados em um ambiente afastado, como em uma sala à parte de onde são realizados os procedimentos médicos e atendimentos em geral.

O objetivo é evitar contaminação e garantir a conservação total de cada item. Inclusive, por falar nisso, é fundamental que cada profissional faça uma boa vistoria diária dos EPIs que irá utilizar em uma jornada de trabalho. Verifique se há partes rasgadas ou quebradas de cada item e, se encontrar alguma irregularidade, jamais o utilize. Entre em contato imediatamente com a área da empresa responsável por isso e fale sobre o problema.

A Tuiuti trabalha com EPIs na área da saúde

Aqui você encontra o que deseja e na quantidade que precisa quando o assunto é equipamento de proteção individual para hospitais, clínicas e demais ambientes que lidam com atendimento de saúde. São diversos produtos e todos, sem exceção, comercializados conforme os mais rigorosos padrões técnicos de segurança e qualidade.

Em outras palavras, você não precisa se preocupar com a procedência dos EPIs da Tuiuti! A qualidade é uma constante por aqui.

CLIQUE AQUI para enviar o seu e-mail e esclareça todas as dúvidas sobre os produtos, preços e condições. Caso prefira telefonar, o número de contato é o (11) 2090-2988.

Crédito: sturti / Tipo de licença: Royalty-free / Coleção: iStock / Getty Images Plus

RECEBA UM ORÇAMENTO DESSE PRODUTO!

SOLICITAR ORÇAMENTO

Mais Artigos Relacionados

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Sed mollis nibh eros, non porta turpis posuere sed. Pellentesque porttitor elit erat, et consequat purus scelerisque eget. Cras nec libero at magna fringilla dictum.