Proteção para pintores

Todos as atividades profissionais que envolvam a realização de pinturas, seja em indústrias ou em oficinas, expõe a riscos diretos os profissionais responsáveis por essa função. É por essa razão que se faz necessário o uso de alguns EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual) para a realização das atividades de pintura.

O que é EPI?

É considerado EPI todo dispositivo de uso individual utilizado pelo empregado, destinado à proteção de riscos suscetíveis de ameaçar a segurança e a saúde no trabalho.

Depositphotos.com/ndoeljindoel O uso de máscaras é fundamental para evitar a contaminação através das vias respiratórias.

Toda empresa é obrigada, por lei, a fornecer ao empregado, de forma gratuita, os EPI’s adequados aos riscos, e em perfeito estado de conservação e funcionamento, nas circunstâncias seguintes:

  • Sempre que as medidas de ordem geral não oferecerem completa proteção contra os riscos de acidentes do trabalho ou de doenças ocupacionais;
  • Enquanto medidas de proteção coletiva estiverem em curso de implantação;
  • Para atender situações emergenciais.

Especificamente no caso dos profissionais que realizam pinturas, devem ser fornecidos os seguintes EPI’s:

Óculos de proteção Máscara Semifacial Avental de PVC
Luva Nitrílica

Cinto de segurança Calçado de segurança

O uso desses EPI’s é de extrema importância, visto que desde o manuseio de materiais, até, efetivamente, a realização da pintura, os profissionais estão em pleno contato com diversos produtos químicos altamente tóxicos e corrosivos, expondo sua segurança e sua saúde durante todo o processo.

Além disso, a realização da pintura deve ser feita somente por profissionais qualificados, que utilizem tanto equipamentos quanto técnicas adequadas.