Até que ponto é confiável o limite de tolerância de insalubridade?

Até que ponto é confiável o limite de tolerância de insalubridade?
Insalubridade está relacionada com a exposição do trabalhador a determinados agentes físicos, químicos ou biológicos que são prejudiciais a saúde.

© Depositphotos.com / monticello Insalubridade está relacionada com a exposição do trabalhador a determinados agentes físicos, químicos ou biológicos que são prejudiciais a saúde.

Definida pela Norma Regulamentadora de número 15 (NR15), a insalubridade diz respeito à exposição do trabalhador a agentes físicos, químicos ou biológicos que são nocivos à saúde. Para compensar o risco que o trabalhador corre ao executar suas tarefas, é fornecida uma retribuição financeira que recebe o nome de adicional de insalubridade.

A NR 15 também é responsável por determinar os níveis de tolerância de insalubridade, ou seja: a concentração máxima ou o limite de tempo a que trabalhador pode ficar exposto a determinado agente insalubre. Os limites estabelecidos por esta norma são baseados em estudos que especificam os níveis de agentes agressivos que são prejudiciais à saúde.

Entre os tipos de agente nocivo que tiveram limite de tolerância determinado pela NR 15, estão: ruído contínuo ou intermitente, ruídos de impacto, exposição ao calor, radiações ionizantes, poeiras minerais, agentes químicos, frio, umidade, vibrações, exposição a benzeno e a agentes biológicos.

Apenas quando o funcionário é submetido a condições de trabalho com limites de tolerância superiores aos estipulados na NR 15 é que as empresas são obrigadas a pagar um valor adicional ao salário referente à insalubridade. A remuneração extra varia entre 10% para casos de insalubridade de grau mínimo, 20% para grau médio e 40% para grau máximo.

O limite de tolerância de insalubridade é seguro?

A NR 15 foi criada em 1978 e é considerada desatualizada pela maioria dos especialistas — a norma dos Estados Unidos, por exemplo, é revista todos os anos. As revisões são importantes porque os limites de tolerância estão sempre mudando, uma vez que a ciência passa por constantes inovações em metodologias e tecnologias.

Além da data, esta norma tem outro problema: ela considera os níveis de forma isolada. Isso quer dizer que, se o colaborador estiver exposto a mais de um agente, a regulamentação é falha por não considerar o efeito combinado e suas consequências para a saúde humana. Com isso, é possível concluir que os limites de tolerância de insalubridade são níveis de referência, mas não podem ser considerados como totalmente confiáveis para a saúde.

Mais Artigos Relacionados

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Sed mollis nibh eros, non porta turpis posuere sed. Pellentesque porttitor elit erat, et consequat purus scelerisque eget. Cras nec libero at magna fringilla dictum.