Ouvidos atentos: como cuidar da audição no trabalho?

Como cuidar da audição
O controle e proteção à exposição excessiva de ruídos previnem danos à audição.

A audição é um dos sentidos mais importantes do corpo humano. Sua função é primordial em nossa forma de comunicação e em nosso sentido de alerta, visto que é a partir da audição que conseguimos prevenir uma série de acidentes.

Além disso, os danos provocados em nossa audição são, na grande maioria dos casos, irreversíveis. Sendo assim, prevenir-se contra estes danos no ambiente de trabalho torna-se uma tarefa de extrema importância, e, nesse caso, um elemento precisa ser evitado a todo custo: o ruído.

O ruído é caracterizado como um som indesejado, capaz de agredir o ouvido humano. Sua duração é considerada curta e sua potência é medida em decibéis (dB). A exposição aos ruídos é que podem afetar diretamente a audição humana.

Depositphotos.com/florinoprea1 O controle e proteção à exposição excessiva de ruídos previnem danos à audição.

Trabalhadores estão expostos a diversas formas de ruído em suas jornadas de trabalho. Além dos prejuízos diretos causados a longo ou em curto prazo, o excesso de ruídos pode ocasionar diversos acidentes de trabalho, visto que várias capacidades humanas são afetadas, como:

  • A comunicação;
  • A atenção e a concentração;
  • A capacidade de memorização;
  • O estado de estresse permanente em que o trabalhador permanece;
  • A fadiga excessiva.

 

As empresas, por sua vez, devem adotar o PCA (Programa de Conservação da Audição), onde atividades como gerenciamento audiométrico, assim como o controle e proteção à exposição excessiva de ruídos devem ser realizadas a fim prevenir futuros danos à audição dos trabalhadores.

Além disso, cabe também às empresas a adoção de meios de instrução e de esclarecimento dos trabalhadores, ajudando-os a entender e minimizar os riscos a que estão expostos.

Também compete às empresas e aos empregadores em geral, a distribuição correta e gratuita de EPIs e EPCs, afim de que os riscos e os danos sejam sempre minimizados.

Mais Artigos Relacionados

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Sed mollis nibh eros, non porta turpis posuere sed. Pellentesque porttitor elit erat, et consequat purus scelerisque eget. Cras nec libero at magna fringilla dictum.