Descubra o que significa cada cor na tabela de riscos ocupacionais?

A possibilidade de um trabalhador sofrer determinado dano, em decorrência de suas atividades profissionais, é chamada de risco ocupacional. Em geral, os riscos ocupacionais estão associados a ambientes em que o funcionário fica exposto a ruídos, vibrações, gases, vapores, iluminação inadequada, entre outras situações que podem causar danos à saúde ou à integridade física do profissional.

© Depositphotos.com / aycatcher Riscos ocupacionais são caracterizados pela possibilidade de o trabalhador sofrer danos durante a realização de suas atividades profissionais.

Os riscos ocupacionais são classificados pelo Ministério do Trabalho de acordo com sua natureza: física, química, biológica, ergonômica e acidente. Cada tipo é identificado por uma cor, o que facilita a sinalização e favorece a segurança do profissional.

Significado das cores na tabela de riscos ocupacionais

Grupo 1 – Verde

Riscos físicos. Tais como ruídos, vibrações, radiações ionizantes, frio, calor, pressões anormais e umidade.

Grupo 2 – Vermelho

Riscos químicos como poeiras, fumos, névoas, neblinas, gases, vapores e substâncias compostas ou produtos químicos que podem prejudicar a saúde do trabalhador.

Grupo 3 – Marrom

Riscos biológicos. São eles: vírus, bactérias, protozoários, fungos, parasitas e bacilos.

Grupo 4 – Amarelo

Riscos ergonômicos, tais como esforço físico intenso, levantamento e transporte manual de peso, exigência de postura inadequada, controle rígido de produtividade, imposição de ritmos excessivos, trabalho noturno, jornadas de trabalho prolongadas, monotonia e repetitividade, entre outras situações causadoras de estresse físico ou psicológico.

Grupo 5 – Azul

Riscos de acidentes causados por arranjo físico inadequado, máquinas e equipamentos sem proteção, ferramentas inadequadas ou defeituosas, iluminação inadequada, eletricidade, probabilidade de incêndio ou explosão, armazenamento inadequado, animais peçonhentos, além de outras situações de risco que poderão contribuir para ocorrência de acidentes.

Vale destacar que, dentro desta classificação de riscos ocupacionais, o funcionário tem direito ao uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para garantir sua segurança durante a jornada de trabalho. É obrigação da empresa contratante fornecer os dispositivos adequados para cada tipo de risco ocupacional.