Entenda o conceito de tensão de contato e a importância do uso do detector

Praticamente é impossível encontrar alguma pessoa que não tenha sofrido algum acidente, mesmo pequeno, por contato com eletricidade, o famoso choque. Isso acontece porque pode haver o contato direto ou indireto do indivíduo com áreas energizadas, que estão recebendo ou já receberam descargas elétricas. Cada ponto desses é chamado de tensão de contato e a gente explica hoje, aqui no blog da Tuiuti, como tudo isso funciona e também como se proteger. Vale a pena conferir todo o texto.

Tipos de Tensão de contato

A tensão de contato somente é possível quando há acesso há áreas / pontos em um circuito elétrico energizado. Uma ou mais falhas que não deveriam existir dentro de um sistema de isolamento eficiente. Com isso, há dois tipos contatos, como vimos no início do texto, a direta e a indireta.

O contato direto, como o próprio nome indica, ocorre quando a pessoa tem contato com pontos energizados de um circuito. O exemplo mais claro disso é quando há contato com fios desencapados. Percebe-se que o ponto (onde está desencapado) não possui isolamento adequado e as descargas elétricas continuam passando. Logo, quando há a aproximação e o toque, ocorre o choque.

Já o contato direto é um pouco diferente. Ele ocorre quando alguém tem contato com alguma parte elétrica de uma instalação que não está energizada naquele exato momento, mas em razão de falhas no isolamento e por força da descarga elétrica, ainda preserva algum perigo (ainda há eletricidade) ou poderá voltar a ter. Em situações assim, é essencial contar com sinalização adequada para informar a todas as pessoas que frequentam tais ambientes.

Tensão de contato: por que usar o detector?

Para evitar problemas, o detector de tensão de contato é um dos equipamentos mais eficientes que existem no mercado. Já ouviu falar? A gente explica: é basicamente uma tecnologia que tem a capacidade de detectar com precisão se há ou não tensão alternada em sistemas elétricos. Simples assim.

Seu funcionamento também é bem fácil de entender. É preciso aproximar o detector de determinados pontos e nesse momento, o sistema irá identificar ou não campos energizados. Sinais visuais ou auditivos são exibidos para indicar a real situação, prevenindo assim acidentes com certa facilidade. Existem hoje no mercado detectores de tensão por contato ou por aproximação:

Os detectores de tensão por contato ou aproximação são fáceis de utilizar. Todavia, as pessoas responsáveis devem realizar treinamento específico para que conheçam todos os detalhes, como em relação à forma correta de leitura de tensão. O detector pode ser utilizado em pontos de baixa, média e alta tensão, como para realizar medições em redes de distribuição, linhas de transmissão, redes subterrâneas, subestações elétricas industriais e instalações de vários tipos.

Procurando por detector? Fale com a Tuiuti

Especializada em equipamentos de proteção individual, a EPI Tuiuti atua com destaque há anos em um dos mercados mais competitivos que existem. Uma trajetória de sucesso construída com base na dedicação de sua equipe e capacidade de atendimento. Em outras palavras, conhecimento e estoque completo em EPIs são as marcas da Tuiuti. E isso não é diferente quando pensamos em detectores de tensão. São equipamentos comercializados conforme as exigências de segurança e qualidade do mercado nacional. Você não precisa se preocupar com o nível dos detectores da Tuiuti. E os preços e condições são incríveis!

Entre em contato hoje mesmo e confira. Envie seu e-mail aqui ou ligue para (11)2090-2988.

Crédito: AzmanJaka / Tipo de licença: Royalty-free / Coleção: iStock / Getty Images Plus

Mais Artigos Relacionados

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Sed mollis nibh eros, non porta turpis posuere sed. Pellentesque porttitor elit erat, et consequat purus scelerisque eget. Cras nec libero at magna fringilla dictum.