EPI necessário para câmara fria

Muitas pessoas imaginam que os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) devem ser utilizados somente em ambientes em que há risco de acontecer acidentes com quedas de objetos, choques, queimaduras ou cortes. Entretanto, a legislação trabalhista também exige o uso de EPIs em ambientes com condições extremas de temperatura — é o caso, por exemplo, de quem trabalha em câmara fria.

A câmara fria, por definição, é um ambiente destinado para armazenamento de produtos que precisam de controle rígido de temperatura. Os tipos mais comuns de câmaras frias são as indicadas para manter resfriados (temperatura próxima a 0ºC) e congelados (-18º). Profissionais que trabalham nesses ambientes devem, obrigatoriamente, utilizar equipamentos de proteção individual adequados.

Segurança em câmaras frias: quais EPIs utilizar?

Antes de mais nada, vale destacar que é a empresa contratante que deve fornecer ao funcionário os equipamentos de proteção necessários para garantir a saúde e proteção de seus funcionários. No caso da câmara fria, esses EPIs incluem:

• uniforme completo para câmara fria (corpo inteiro), capaz de proteger tronco e membros do usuário em temperaturas baixíssimas;
• luva de segurança para proteção das mãos;
• capuz de segurança, responsável por proteger cabeça e pescoço;
bota térmica, que garante a proteção dos pés contra o frio e umidade.

Mais Artigos Relacionados

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Sed mollis nibh eros, non porta turpis posuere sed. Pellentesque porttitor elit erat, et consequat purus scelerisque eget. Cras nec libero at magna fringilla dictum.