Mosquetão de aço: entenda as particularidades e como escolher cada modelo

Mosquetão de aço: entenda as particularidades e como escolher cada modelo
O mosquetão de aço é um anel metálico que permite a conexão de uma corda de ancoragem ao cinto de segurança usado em trabalhos em altura.

É bem provável que as pessoas associem o mosquetão de aço com a prática de modalidades esportivas radicais, particularmente o alpinismo. Trata-se, nesse caso, de um equipamento discreto, mas de suma importância para a segurança da ação esportiva. O que muitos devem ignorar é que o mosquetão de aço é, também, um Equipamento de Proteção Individual (EPI) essencial para trabalhadores que operam nas alturas. A finalidade de seu uso neste caso é a mesma do esporte: evitar a queda do usuário.

Trabalho em altura e segurança do trabalho

Qualquer tipo de profissional que atue a mais de dois metros de distância do chão está enquadrado em uma situação de trabalho em altura, ou seja: há risco de quedas e, para evitar que isso ocorra, é necessária a utilização de uma série de Equipamentos de Proteção Individual que minimizam os riscos de acidente.

No Brasil, as quedas de altura estão entre os acidentes de trabalho mais comuns. A Norma Regulamentadora 35 é responsável por estabelecer as regras para o trabalho em altura, determinando a necessidade de os trabalhadores se submeterem a treinamento rigoroso para este tipo de atividade —  que inclui a correta manipulação e utilização do mosquetão de aço.

Mosquetão de aço: finalidade, importância e tipos

Quem já assistiu filmes ou reportagens de alpinismo deve ter percebido que os esportistas ficam presos pela cintura à corda. O equipamento usado para fazer essa conexão é o mosquetão de aço, um anel metálico que possui um segmento móvel (o gatilho) que se abre para permitir que a corda passe.

Esse equipamento é dividido em espinha, nariz, topo, base, trava e dobradiça. O aço é o material mais indicado, devido à resistência e durabilidade superiores. Há diversos tipos de mosquetão de aço que podem ser mais adequados a determinadas finalidades. Os principais tipos de mosquetões são:

Mosquetão de escalada sem trava

É utilizado em situações em que seja necessária uma abertura rápida do acessório, de modo a permitir a mobilidade dos esportistas. É mais adequado para uso esportivo.

Mosquetão com trava de rosca

Possui uma rosca interna. O rosqueamento é manual, mas uma vez realizado, o equipamento não se abre mais involuntariamente. É mais adequado às situações de trabalho em altura, onde o trabalhador precisa de total segurança para realizar suas tarefas.

Mosquetão com travamento automático

É um equipamento ainda mais seguro, embora mais caro, que o mosquetão com trava de rosca. O travamento ocorre automaticamente após um quarto de volta pelo acionamento de uma mola. Nesse caso, dispensa o fator humano no travamento do equipamento.

Formatos D, pera ou oval

Dos tipos citados acima, o mosquetão pode ter diferentes formados. O formato D é o mais usado, pois é mais leve e proporciona mais resistência. Já o formato pera é mais adequado para subidas de montanhas mais altas, devido ao efeito meia volta. O formato oval é mais comum para quem utiliza cabo de aço para carregar peças móveis.

Crédito: iStock / Getty Images Plus / LorenzoT81

Mais Artigos Relacionados

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Sed mollis nibh eros, non porta turpis posuere sed. Pellentesque porttitor elit erat, et consequat purus scelerisque eget. Cras nec libero at magna fringilla dictum.