Qual EPI utilizar para trabalhar com serras circulares

As serras circulares são ferramentas utilizadas para fazer cortes grandes e profundos em madeiras maciças, placas de fibra dura, madeiras estratificadas e outros materiais. É preciso muito cuidado ao utilizá-las, uma vez que o uso inadequado pode resultar em acidentes graves. Por esta razão, o uso de equipamentos de proteção individual (EPIs) é fundamental para garantir a segurança dos operadores.

© Depositphotos.com / scukrov As serras circulares são ferramentas utilizadas para fazer cortes grandes e profundos em materiais macicos e, por isso, é necessário muito cuidado durante sua utilização para evitar acidentes graves.

A primeira recomendação de segurança diz respeito aos elementos de proteção na própria ferramenta, que deve ter carcaça protetora do disco, faca divisória do corte, empurrador da peça e um interruptor elétrico estanque. Para o operador da máquina, os EPIs essenciais são:

Capacetes de segurança e protetor facial: devem proteger toda a cabeça e rosto do usuário, além de ser resistente ao impacto de partículas que podem ser projetadas durantes a operação da serra;

Óculos de proteção: garantem proteção dos olhos contra partículas em alta velocidade;

Respiradores: evitam a inalação de resíduos que podem ser prejudiciais às vias respiratórias, como serragem e poeira;

Protetores auditivos: abafam ruídos produzidos pela serra, evitando problemas auditivos em longo prazo;

Botas de segurança: fornece proteção aos pés do operador, que pode ser atingido por partículas que caem do material trabalhado pela serra.