Tipos de manutenção industrial e suas ferramentas

A manutenção tem ganhado cada vez mais espaço nas empresas e indústrias que, até pouco tempo atrás, consideravam-na sem importância e limitavam-se a apenas consertar ou substituir peças e equipamentos quando estes apresentavam problemas ou deixavam de funcionar.

Atualmente, a manutenção é um fator determinante para a qualidade e eficiência de uma cadeia produtiva, contribuindo para a redução dos custos, otimização de tempo e diminuição do preço final do produto.

flickr.com / Bilfinger SE Manutenção promove melhorias significativas na qualidade e eficiência da cadeia industrial.

Por conta de sua importância e eficiência, a manutenção industrial foi bastante aperfeiçoada em pouco tempo, desenvolvendo técnicas distintas e diferentes formas de abordagem. Conheça as três principais:

Manutenção Corretiva: realizada após a falha ou quebra de algum equipamento ou peça, seu objetivo é a correção e a restauração do funcionamento conforme os padrões anteriormente definidos;

Manutenção Preventiva: é um tipo de manutenção que visa acompanhamento e intervenção antecipada e planejada, com o objetivo de prevenir e evitar quebras ou falhas;

Manutenção Preditiva: também chamada “manutenção diagnóstica”, também é realizada antes da falha ou quebra dos equipamentos. A abordagem consiste em monitoramento do equipamento por um período, avaliando desempenho e indicando possíveis falhas.

Vale ressaltar que as ferramentas utilizadas em uma manutenção industrial dependem do ramo de atividade da empresa em questão, bem como do tipo de manutenção a ser realizada.